“Já vários partidos me convidaram para voltar”

(D.R)

Em entrevista ao Diário Económico, o ex-presidente da Câmara de Oeiras, critica a governação de Pedro Passos Coelho.

(D.R)
(D.R)

“Atualmente temos um sistema fiscal que nada tem a ver com a social-democracia. É um sistema fiscal eminentemente capitalista. Os pobres são mais sacrificados”, afirma Isaltino Morais.

Quando questionado se se identifica com a governação do primeiro-ministro, o ex-autarca da Câmara de Oeiras, diz que apesar de ser social-democrata, há coisas em que não se revê.

“Age-se com um poder absoluto indiscutível e com uma insensibilidade que me surpreende. E parece-me que, às vezes, é muito duro. Surpreende-me aquela insensibilidade, na forma de comunicar medidas difíceis”, indica.

Há possibilidade de voltar? “Nunca saí da política. Faço política todos os dias. Nesta entrevista estamos a falar de política. O meu livro é de política sobre o sistema prisional e judicial”, declara.

Quanto a um possível regresso ao ativo responde que ainda não pensou nisso, mas “já vários partidos políticos me convidaram”, garante. (noticiasaominuto.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA