Itália: Responsável da ENI analisa investimentos da empresa com Presidente Angolano

Presidente José Eduardo dos Santos recebe, em audiência Claudio Descalzi Administrador Delegado da ENIi (Foto: Francisco Miudo)

Roma – O investimento que a Empresa Petrolífera Italiana (ENI) está a fazer em Angola, estimado em 4 bilhões e meio de dólares, foi hoje, terça-feira, em Roma (Itália), analisado entre o Chefe de Estado Angolano, José Eduardo dos Santos, e o administrador desta empresa, Cláudio Descalzi.

Presidente José Eduardo dos Santos recebe, em audiência Claudio Descalzi Administrador Delegado da ENIi (Foto: Francisco Miudo)
Presidente José Eduardo dos Santos recebe, em audiência Claudio Descalzi Administrador Delegado da ENIi (Foto: Francisco Miudo)

No final de uma audiência, concedida pelo estadista angolano, Cláudio Descalzi disse que os investimentos estão ligados ao desenvolvimento do bloco 15-06, que até ao fim deste ano vai produzir 100 mil barris por dia.

Referiu que este bloco produzirá nos próximos três ou quatro anos, 200 mil barris de petróleo.

Cláudio Descalzi informou que, com o estadista angolano, abordou também sobre o desenvolvimento de gás que a ENI descobriu em Angola, tendo proposto a produção do mesmo não só para a exportação, mas para a indústria local.

Acrescentou que no âmbito da energia eléctrica, propôs a forma de criar mecanismos para a distribuição da mesma em todo o território nacional e, no concernente à energia renovável, também se prevê chegar a quase todas as províncias. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA