Índice de crianças que morre durante parto reduziu no município do Cazenga

PRIMEIRO BEBE DO ANO DE 2015 (Foto: Angop)

O número de crianças que morre durante o parto nas unidades sanitárias do município do Cazenga, província de Luanda, reduziu em 2014, devido ao reforço na implementação dos cuidados primários de saúde.

PRIMEIRO BEBE DO ANO DE 2015 (Foto: Angop)
PRIMEIRO BEBE DO ANO DE 2015 (Foto: Angop)

Falando à Angop, o director local da saúde, Zola Messo, disse que em 10 mil partos realizados registaram-se 250 nados mortos em 2014 nas unidades hospitalares do Cazenga.

Afirmou que poucas crianças morrerem durante a realização do parto nos hospitais e este dado é um bom indicador, pois significa que as pessoas estão a acatar os conselhos passados durante as campanhas de sensibilização.

Disse que os dados indicam que pelo menos 42 mil 695 mulheres gravidas foram consultadas até Junho de 2015, por isso,  espera-se por pelo menos 42 mil partos no final do ano.

Zola Messo fez saber que quando a mulher faz a primeira  consulta e volta na segunda, é sinal que o   parto será realizado em uma unidade sanitária do município, logo as possibilidades de perder a criança são reduzidas.

No  período  de Janeiro a Maio de 2015,  as unidades hospitalares do Cazenga realizaram 339 mil e 843 consultas diversas, sendo  209 mil e 27 externas que corresponde a 62 porcentos enquanto os bancos de urgência atenderam 130 mil 816 casos.

Zola Messo considera  satisfatório o número, pois isso demonstra a preocupação da população em procurar os serviços médicos, como situação de prevenção, ao invés de esperar pelo Banco de Urgência.

O município do Cazenga conta, entre outros, com o centro de saúde Paz,  o hospital dos Cajueiros, o municipal, centro de saúde  Vila da Mata e Progresso.

Cazenga é um dos sete municípios da província de Luanda e conta com as comunas do Tala-Hadi, Cazenga e Hoji ya Henda. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA