Idosos ganham serviço tecnológico

Ministro das Telecomunicações e Tecnologias de Informação, José Carvalho da Rocha (Foto: Joaquina Bento/Arq.)
Ministro das Telecomunicações e Tecnologias de Informação, José Carvalho da Rocha  (Foto: Joaquina Bento/Arq.)
Ministro das Telecomunicações e Tecnologias de Informação, José Carvalho da Rocha (Foto: Joaquina Bento/Arq.)

Uma sala de informática ligada à rede de internet, na sede da Associação de Amizade e Solidariedade para com a Terceira Idade (AASTI), foi inaugurada neste sábado, em Luanda, no âmbito do Dia Mundial dos Avós, a assinalar-se neste domingo (26 de Julho).

A infra-estrutura foi inaugurada pelo ministro das Telecomunicações e Tecnologias de Informação, José Carvalho da Rocha, para quem estão criadas as mínimas condições para que os idosos adquiram conhecimentos do mundo das tecnologias de comunicação.

O dirigente disse que, com essa sala, os idosos poderão ter melhoria da sua qualidade de vida.

“Hoje, as tecnologias fazem parte do dia-a-dia, as telecomunicações são um desiderato para qualquer um enquanto cidadão, independentemente da sua idade”, declarou o governante.

Disse que o Ministério das Telecomunicações quer estar de mãos dada com AASTI e com esta pequena sala, permitindo que os idosos possam usufruir das tecnologias de comunicação e informação, onde poderão aprender bastante.

Já a presidente da AASTI, Emília Natividade da Silva de Almeida, agradeceu o gesto do ministro, dizendo que estão criadas as condições para os idosos aprenderem as novas tecnologias de informação e navegar na internet, para a interacção com o mundo.

Disse que ver o espaço transformado numa área social, de lazer, recriação, satisfaz a direcção da AASTI, por terem uma lugar para estas pessoas da terceira idade poderem conviver, ler um jornal e realizarem actividades de arte e ofícios.

Além da sala de informática, foi também reinaugurado um espaço que servirá para encontros entre idosos.

AASTI, constituída em 2002, é uma associação de natureza social, cultural, formativa e educativa, tendo como objectivo apoiar as pessoas idosas, contribuindo na sua melhoria da qualidade de vida. (portalangop.co.ao)

 

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA