Huíla: Ministro confiante no êxito do projecto de exploração mineira do Chipindo

FRANCISCO QUEIRÓZ - MINISTRO DA GEOLOGIA E MINAS (Foto: Lucas Neto)

Huíla – O ministro da Geologia e Minas, Francisco Manuel Queiroz, manifestou-se, quinta-feira, na vila de Chipindo, província da Huíla, confiante no êxito do projecto de exploração mineira daquela região.

FRANCISCO QUEIRÓZ - MINISTRO DA GEOLOGIA E MINAS (Foto: Lucas Neto)
FRANCISCO QUEIRÓZ – MINISTRO DA GEOLOGIA E MINAS (Foto: Lucas Neto)

Segundo o ministro, que falava à imprensa, no final de uma visita de constatação ao projecto de exploração mineira, a iniciativa vai contribuir para a constituição de minas de exploração de maior rendimento.

Disse acreditar que o projecto proporcione empregos para os cidadãos, receitas para o crescimento do Produto Interno Bruto e diversificar a economia do país, face aos desafios do futuro.

Francisco Manuel de Queiroz assegurou que o projecto está num bom caminho.  “Saímos com uma impressão positiva do processo de recolha de amostras para se determinar o potencial da área de Chipindo”.

Explicou que não se está apenas a trabalhar na identificação do ouro, mas também de outros minerais que possam contribuir do crescimento do Produto Interno Bruto.

Afirmou que, nesta fase, o projecto serve também de escola para os estudantes que terminaram as suas licenciaturas na especialidade de engenharia de minas.

O ministro de Geologia e Minas iniciou hoje uma visita ao Huambo, de onde partiu para a região do Chipindo, na vizinha província da Huíla.

No Huambo, Francisco Queiroz vai, sexta-feira, visitar os locais de exploração de granitos das cooperativas “Tumbuluca”, Elavoco”, “Angolaca”, das empresa “Vavayela”, “Eusa, Lda”, “Calei e Filhos, Lda”, bem como vai proceder ao lançamento da primeira pedra de construção de uma escola com sete salas no município da Caála e manter um encontro com os operadores mineiros. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA