Guiné-Bissau: Parlamento levanta imunidade a deputado investigado pela justiça

BANDEIRA DA GUINÉ-BISSAU (Foto: Angop)

Bissau – A Assembleia Nacional Popular (ANP) da Guiné-Bissau decidiu levantar a imunidade parlamentar ao deputado José Dias, do PAIGC, para que possa responder perante a justiça num processo-crime financeiro, disse à Lusa fonte da ANP.

BANDEIRA DA GUINÉ-BISSAU (Foto: Angop)
BANDEIRA DA GUINÉ-BISSAU (Foto: Angop)

A decisão foi tomada por votação secreta e decorreu na última noite após debate iniciado às 10:00 locais de quarta-feira, que se prolongou por 14 horas.

No final, 56 deputados pronunciaram-se a favor do levantamento da imunidade a José Dias, 33 votaram contra e três abstiveram-se.

O caso em análise foi o primeiro de um conjunto de quatro deputados sob investigação para os quais a justiça guineense pediu levantamento de imunidade, sendo que a ANP vai continuar a discutir os restantes processos.

O presidente do Parlamento guineense, Cipriano Cassamá, elogiou “o sentido de responsabilidade, a dignidade e o respeito” com que os deputados analisaram o processo.

A imunidade parlamentar de José Dias fica suspensa entre 16 de Agosto e 16 de Fevereiro de 2016, mas apenas para responder no processo em que é investigado.

Cipriano Cassamá anunciou que hoje os debates vão centrar-se na discussão do levantamento de imunidade ao deputado Gabriel Sow Partido Africano da Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC), este já condenado a oito anos de prisão, também num processo-crime de natureza económica. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA