Guiné Bissau: País deveria preocupar-se mais com o futuro – PM

Primeiro-ministro de Cabo Verde, José Maria Neves (D.R)

Bissau – O primeiro-ministro de Cabo Verde, José Maria Neves, exortou hoje os guineenses a construírem o futuro das suas gentes em vez de se centrarem na reconciliação com o passado.

Primeiro-ministro de Cabo Verde, José Maria Neves (D.R)
Primeiro-ministro de Cabo Verde, José Maria Neves (D.R)

O dirigente cabo-verdiano foi orador numa palestra em que apresentou aos guineenses a agenda de transformação de Cabo Verde.
Na ocasião, José Maria Neves afirmou que o passado serviu apenas para estabelecer as bases, mas que, para os cabo-verdianos, o mais importante sempre foi a construção do futuro.
“A Guiné-Bissau devia preocupar-se mais em construir o futuro do que reconciliar-se com o seu passado”, observou José Maria Neves.
Segundo referiu, a Guiné-Bissau, “nos dias que correm”, podia valer-se do “seu passado glorioso, forjado na luta pela independência”, e ainda “no prestígio da sua actual liderança”,para promover a transformação.
José Maria Neves destacou a “experiência e o prestígio internacional” do primeiro-ministro guineense, Domingos Simões Pereira, acumulados enquanto secretário executivo da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP).
“Quando eu cheguei ao cargo de primeiro-ministro em 2001 não tinha a experiência de governação que o meu amigo Domingos Simões Pereira hoje tem”, concluiu José Maria Neves, apelando aos guineenses para confiarem no seu país e nos seus dirigentes.

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA