Governo corta crescimento de 2015 para 4,4%

(EXPANSAO)
(EXPANSAO)
(EXPANSAO)

O Governo ‘cortou’ em um terço as previsões de crescimento da economia angolana em 2015, dos6,6% inscritosno OGE Revisto, para apenas 4,4%, actualmente, revela o Banco Nacional de Angola no Relatório de Inflação referente ao I trimestre de 2015.

“Após a observação dos dados relativos ao I trimestre do ano, foram levados a cabo alguns reajustamentos a nível das projecções apresentadas”, justifica o banco central. “As últimas revisões efectuadas às projecções para 2015 dão conta de um crescimento real de 4,4% do [produto interno bruto] PIB global, sendo que este acomoda um crescimento real de 7,8% do sector petrolífero e de 2,9% do sector não petrolífero”, precisa o documento.

Com esta revisão, o Governo alinha a sua projecção com a do Fundo Monetário Internacional, que aponta para 4,5%. As novas projecções tiveram como pressupostos uma taxa de câmbio média de 112,5 Kz/USD, com o preço médio do barril do petróleo de 53,00 USD e a taxa de inflação de 9%, segundo o BNA.

É a segunda vez que o Governo revê em baixa o crescimento para 2015. Com o OGE 2015, o Governo começou por apontar para um crescimento global de 9,7%, impulsionado quase 50/50 pelos sectores petrolífero, que disparava quase 11%, e não petrolífero, que crescia 9,2%. Com a revisão do OGE 2015, o crescimento global foi cortado para 6,6%, resultado de um crescimento de 9,8% do sector petrolífero e de 5,3% do sector não petrolífero.

Feitas as contas, o maior ‘corte’ nas projecções vai para o sector não petrolífero, que vai crescer apenas 2,9%, contra os 9,2% iniciais. (expansao.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA