Governante anuncia novos projectos para Energia e Águas

MINISTRO DA ENERGIA E ÁGUAS, JOÃO BAPTISTA BORGES (Foto: Angop)

O Ministério da Energia e Águas prevê implementar, nos próximos tempos, novos projectos para a extensão e o melhoramento do fornecimento de energia eléctrica e água potável no país, anunciou hoje, quinta-feira, em Luanda, o titular da pasta, João Baptista Borges.

MINISTRO DA ENERGIA E ÁGUAS, JOÃO BAPTISTA BORGES (Foto: Angop)
MINISTRO DA ENERGIA E ÁGUAS, JOÃO BAPTISTA BORGES (Foto: Angop)

O governante anunciou o facto na abertura do 5º Conselho Consultivo do Ministério da Energia e Águas que decorre de 30 a 31 de Julho, na Empresa Nacional de Distribuição de Electricidade (ENDE), sob o lema “Investindo na energia sustentável e água para todos”.

Adiantou que pretende-se também implementar, no quadro do Programa de Despesas de Funcionamento das Redes de Apoio ao Desenvolvimento, outros projectos de reforço da capacidade das barragens, de modo a aumentar a produção de energia, para que as indústrias de grande porte possam ser instaladas na região.

Frisou que o Ministério da Energia e Águas está a materializar projectos que prevêm aumentar a taxa de cobertura de abastecimento de água potável em 100 porcento nas capitais de províncias e em 85 porcento nas zonas rurais até ao final de 2017.

Referiu que o sector pretende também aumentar a taxa de cobertura de saneamento nas áreas urbanas em até 80 porcento, nos finais de 2017, cumprindo assim com as metas do Plano Nacional de Desenvolvimento 2013-2017.

Durante o encontro, os delegados vão apreciar programas como “Avaliação do Grau de Cumprimento das Recomendações do 4º Conselho Consultivo Alargado”, “Plano de Formação de Quadros do MINEA, Relatório Executivo Agosto 2014 e Junho 2015” e “Apresentação das Principais Realizações do sector das Águas no Âmbito do Programa Nacional de Desenvolvimento 2013-2017”.

“Linhas de orientação estratégicas das Empresas Provinciais – Planos Estratégicos, no sector de Águas de Luanda, Benguela, Lobito, Bié, Cunene, Huambo, Cuanza Norte, Malanje e Uíge”, “Balanços Provinciais referentes ao sector das Águas do Bengo, Benguela, Bié, Cabinda, Cunene, Huambo, Huíla, Cuando Cubango, Cuanza Norte, Cuanza Sul, Luanda, Lunda Norte, Lunda Sul, Malanje, Moxico, Namibe, Uíge e Zaire” são também debatidas.

Os conferencistas vão ainda analisar a “Apresentação das principais realizações do sector de Energia no Âmbito do Programa Nacional de Desenvolvimento 2013 – 2017”, “Estado de Implementação do programa de Transformação do sector eléctrico Planos Estratégicos das Novas Empresas (PRODEL, RNT e ENDE)” e “Balanços Provinciais referentes ao sector da Energia do Bengo, Benguela, Bié, Cabinda, Cunene, Huambo, Huíla, Cuando Cubango, Cuanza Norte, Cuanza Sul, Luanda, Lunda Norte, Lunda Sul, Malanje, Moxico, Namibe, Uíge e Zaire”. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA