Fumo branco por Casillas

Iker Casillas, de Madrid para Lisboa (Foto: D.R.)
Iker Casillas, de Madrid para Lisboa (Foto: D.R.)
Iker Casillas, de Madrid para Lisboa
(Foto: D.R.)

Novela mexicana em torno da mudança de Iker Casillas para o FC Porto teve finalmente um final feliz. Desavença de quatro milhões de euros foi ultrapassada com a participação dos dragões no troféu Bernabéu.
Após muitos avanços e recuos, o site da Marca volta a avançar que a saída de Iker Casillas para o reino do Dragão já é uma realidade. A discórdia salarial em torno de 4 milhões de euros terá sido ultrapassada, numa jogada em que o internacional espanhol levou a melhor.

Não abdicando da máxima de que nunca se é rico demais, Casilhas vai ganhar por inteiro os €12,5 milhões fixados no contrato com o Real Madrid para as próximas duas época. O FC Porto dispõe-se a pagar €7 milhões (€10 milhões brutos) e os madrilistas comprometem-se a pagar a restante verba.

O impasse nas negociações acabou por ser driblado, sexta-feira de manhã, depois de Florentino Pérez ter aberto mais os cordões à bolsa e de ter convidado a equipa de Julen Lopetegui para participar no Troféu Bernabéu, em jogo a disputar na semana de 10 a 16 de agosto, ainda a pretexto da homenagem com pomba e circunstância ao outrora ídolo dos madrilistas.

A festa de adeus aberta aos adeptos merengues esteve agendada para esta sexta às 13h, mas desavenças na desvinculação de Iker colocaram em causa a cerimónia. Segundo o “As”, o próprio guarda-redes preferirá que a cerimónia seja substituída por uma conferência de imprensa.

Logo que o contrato seja assinado, o que deverá acontecer até ao fim do dia, Casillas deverá juntar-se à equipa de Lopetegui, que parte este fim de semana, para estágio de pré-temporada na Holanda.

O acordo contempla dois anos de contrato com opção de um terceiro, caso jogue mais de 30 partidas. A transferência do veterano guarda-redes está dividir a nação azul e branca, que teme que o clube se transforme num retrato em ponto menor dos galácticos do Real Madrid, uma máquina de marketing com uma equipa de futebol em vez de um clube com um departamento de marketing.

O show de apresentação dos novos equipamentos dos dragões, realizado com muita música, luzes e câmaras no jardim do Passeio dos Clérigos, esta quinta-feira à noite, foi visto pelos críticos como uma manobra de diversão para fazer esquecer as duas épocas de seca de títulos, quando se esperava na cerimónia que fosse anunciado o novo patrocinador. A Samsung é o nome que circula nos bastidores do Dragão. (expresso.pt)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA