Filmes lusófonos e hispânicos reunidos no Porto para o festival NAU

(D.R.)
(D.R.)
(D.R.)

A quarta edição do NAU – Festival de Cinema e Artes de Expressão Ibérica arranca esta sexta-feira e prolonga-se até domingo, reunindo, na Biblioteca Almeida Garrett do Porto, filmes dos universos lusófono e hispânico que refletem sobre uma “herança comum”.

A organização refere na página oficial da internet do festival que o NAU pretende “refletir assuntos culturais ou históricos de alguma forma relacionados com esta herança comum” entre falantes das línguas portuguesa e castelhana, acrescentando que “o desafio é descobrir, hoje e mais uma vez, a arte e o mundo através da nossa língua”.

De acordo com informações a que a agência Lusa teve hoje acesso, serão apresentados filmes de Portugal e também de outros países e regiões de língua portuguesa, como Angola, Brasil, Cabo Verde, Goa, Guiné-Bissau, Macau, Macata, Moçambique, São Tomé e Príncipe e Timor Leste. (lusa/cmjornal.xl.pt)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA