Filda2015: Ministro dos Petróleos garante continuação dos projectos do sector

Ministro dos Petróleos, José Maria Botelho de Vasconcelos (Foto: Angop)

O ministro dos Petróleos, José Maria Botelho de Vasconcelos, garantiu nesta sexta-feira, a continuação dos projectos de pesquisa e produção em curso no país, apesar da baixa de preços do crude no mercado internacional.

Ministro dos Petróleos, José Maria Botelho de Vasconcelos (Foto: Angop)
Ministro dos Petróleos, José Maria Botelho de Vasconcelos (Foto: Angop)

O governante que falava, após ter visitado o pavilhão dos petróleos, na Feira Internacional de Luanda, reconheceu o momento difícil que o sector vive e afirmou que os projectos em curso têm vindo a ser actualizados e adaptados ao actual quadro de baixa de preços.

“Estes projectos darão uma certa garantia para a manutenção dos níveis de produção previstos no Orçamento Geral do Estado”, salientou.

Disse ser fundamental que as companhias que operam no país se adaptem a realidade, pois a produção petrolífera é uma actividade cíclica e “temos que enfrentar os ciclos menos bons”.

Quanto à retomada de produção no Projecto de Gás Natural Liquefeito, Angola LNG, afirmou que as informações recebidas das companhias que fazem parte do consórcio dão garantias que poderá reiniciar no último trimestre do ano em curso.

Segundo José Maria Botelho de Vasconcelos, a consolidação em termos de funcionamento regular e permanente do projecto Angola LNG só deverá se consolidar no primeiro trimestre do próximo ano.

A empresa Angola LNG é uma parceria entre a Sonangol, Chevron, BP, ENI e Total, tendo a fábrica do Soyo custado dez mil milhões de dólares e dispõe de uma capacidade de produção que ronda os 5,2 milhões de toneladas de gás natural liquefeito por ano. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA