Executivo promove workshop sobre desenvolvimento comunitário e sanitário

Ministro da Administração do Território (MAT), Sérgio Conceição. (D.R)

Um workshop nacional sobre os Agentes de Desenvolvimento Comunitário e Sanitário (ADECOS) vai realizar-se no próximo dia 6 deste mês, no Hotel de Convenções de Talatona (HCTA), em Luanda, a partir das 10 horas, disse hoje a Angop o chefe do Centro de Documentação e Informação do Ministério da Administração do Território (MAT), Sérgio Conceição.

Ministro da Administração do Território (MAT), Sérgio Conceição. (D.R)
Ministro da Administração do Território (MAT), Sérgio Conceição. (D.R)

Precisou que o evento, inscrito no âmbito de uma iniciativa conjunta dos ministérios da Saúde e da Administração do Território, marca o início da implementação de um programa do Executivo, que é a Política Nacional do Agente de Desenvolvimento Comunitário e Sanitário (PNADECOS).

A medida surge da necessidade constatada logo após o termo do conflito armado, de se consciencializar e capacitar as famílias angolanas a adoptarem hábitos e práticas que salvaguardem a sua saúde e bem-estar, acrescentou.

Deste modo, o PNADECOS constitui-se num instrumento por via do qual o Executivo reafirma o seu compromisso de proceder à expansão dos serviços sociais e sanitários às comunidades, bem como estimular o desenvolvimento local e comunitário e as competências sanitárias de todas as famílias angolanas, especialmente das mais vulneráveis e em áreas remotas.

De acordo com a estratégia de intervenção do programa, prevê-se para o presente ano a formação e enquadramento de mil e oitenta (1.080) agentes, em 18 municípios de seis províncias de Angola, nomeadamente Bengo, Lunda-Norte, Malanje, Moxico, Uíge e Luanda, disse.

Sérgio Conceição salientou que esta experiência-piloto será avaliada e as lições iniciais da sua implementação constituirão a base para a extensão do programa a todas as provinicias do país.

Adicionou que paralelamente à apresentação da PNADECOS, haverá lugar para a dissertação de temas correlacionados, tais como “o papel da família na comunidade e no combate à pobreza”, “a importância da extensão rural e da segurança alimentar para as comunidades”, e “a habitação social para as comunidades”. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA