Escritor António Gonçalves aborda obra de Agostinho Neto

Escritor António Gonçalves (Foto: Lino Guimarães)

Alunos da escola do II ciclo n 3043 (Escola Grande) do município do Cazenga, Luanda, abordaram hoje, sexta-feira, com o escritor António Gonçalves, a vida e obra do poeta maior, António Agostinho Neto.

Escritor António Gonçalves (Foto: Lino Guimarães)
Escritor António Gonçalves (Foto: Lino Guimarães)

Numa iniciativa da Fundação Drº António Agostinho Neto, no âmbito do programa “Sábado nos Musseques”, os discentes receberam informações relativas ao percurso artístico e político do fundador da nação angolana.

Durante a sua dissertação, António Gonçalves afirmou que o poeta maior é uma das figuras que moveu o nacionalismo angolano moderno ao lado Viriato da Cruz, Lúcio Lara, António Jacinto, destacando-se pela produção de uma obra poética que marcou a luta do povo angolano.

O escritor adiantou que Agostinho Neto soube combinar a condição de poeta, humanista e libertador, dai ser o  estadista reconhecido internacionalmente pelas suas qualidades.

Relativamente ao programa “Sábado nos Musseques”, frisou que permite valorizar a obra e relembrar a figura marcante do nacionalismo angolano moderno.

Segundo António Gonçalves, as novas gerações não seguem os critérios no ponto de vista ético para o desenvolvimento do país, razão pela qual os adultos têm a responsabilidade de passar a informação e testemunho a juventude. António Agostinho Neto nasceu em Catete (Ícolo e Bengo) a 17 de setembro de 1922. Formou-se em medicina, nas universidades de Coimbra e de Lisboa (Portugal).

No seu legado artístico constam as obras poéticas Quatro Poemas de Agostinho Neto, Poemas, Sagrada Esperança e A Renúncia Impossível. É ainda parte do legado as obras   Quem é o inimigo… qual é o nosso objectivo?,  Destruir o velho para construir o novo e Ainda o meu sonho. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA