Embaixador cessante da África do Sul deixa Luanda com sentimento de dever cumprido

PR JOSÉ EDUARDO DOS SANTOS (À DIR.) DESPEDE-SE DO EMBAIXADOR DA ÁFRICA DO SUL GODFREY NGWENYA (Foto: Angop)

O embaixador cessante da África do Sul em Angola, Godfrey Ngwenya, ao deixar hoje Luanda com destino ao seu país, depois de ter apresentado, terça-feira, cumprimentos de despedida ao Presidente da República, José Eduardo dos Santos, mostrou-se satisfeito e com o sentimento de dever cumprido.

PR JOSÉ EDUARDO DOS SANTOS (À DIR.) DESPEDE-SE DO EMBAIXADOR DA ÁFRICA DO SUL GODFREY NGWENYA (Foto: Angop)
PR JOSÉ EDUARDO DOS SANTOS (À DIR.) DESPEDE-SE DO EMBAIXADOR DA ÁFRICA DO SUL GODFREY NGWENYA (Foto: Angop)

Em breves declarações à Angop, no Aeroporto Internacional 4 de Fevereiro, o diplomata disse que foram quatro anos de “cumprimento de dever com satisfação total”, por Angola ser um país irmão onde sempre se sentiu em casa.

Entretanto, Godfrey Ngwenya, no fim da audiência que lhe foi concedida pelo Chefe de Estado, José Eduardo dos Santos, considerou que os investimentos feitos pelos angolanos no controlo das suas fronteiras permitem, em breve, desencadear o processo de supressão de vistos em passaportes ordinários entre os dois países.

“Aos nossos povos devia bastar a vontade de viajar para Angola ou África do Sul, sem nenhum impedimento”, defendeu.

Por outro lado, Godfrey Ngwenya qualificou as relações bilaterais de “excelentes”, apesar de alguma dificuldade na componente comercial, que está a ser colmatada com o empenho demonstrado pelas entidades máximas dos dois países, nomeadamente José Eduardo dos Santos e Jacob Zuma, que mantêm uma relação muito próxima.

Angola e África do Sul rubricaram a já algum tempo acordo de supressão de vistos apenas em passaportes diplomático e de serviço. Os dois países mantêm relações de cooperação nos domínios político, diplomático e económico. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA