Eleição de deputada transexual pode fazer história no Parlamento

O Bloco de Esquerda (D.R)

O Bloco de Esquerda poderá ter uma deputada transexual eleita por Setúbal.

O Bloco de Esquerda (D.R)
O Bloco de Esquerda (D.R)

Júlia Pereira poderá ser a primeira deputada transexual a sentar-se num dos lugares da Assembleia da República, após ter sido colocada na lista candidata às legislativas pelo Bloco de Esquerda de Setúbal, e num lugar onde é possível ser eleita.

A dirigente da associação Ação pela Identidade é uma conhecida ativista na Europa, onde luta pelos direitos das minorias sexuais, e faz parte do Bloco de Esquerda há alguns anos.

De acordo com informações apuradas pelo Jornal de Notícias, este lugar é um reconhecimento pelo seu percurso mas é também uma aposta num tema considerado fraturante pelo PSD e CDS-PP.

Caso chegue ao Parlamento, Júlia Pereira será a segunda deputada transexual a nível europeu, depois de Ana Gradzka, eleita em 2013 pelos Verdes, na Polónia. Carla Antonelli é um caso semelhantes mas foi eleita para o parlamento regional de Madrid. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA