Deputados do MPLA iniciam visitas aos municípios do país

VIRGILIO DE FONTES PEREIRA - PRESIDENTE DA BANCADA PARLAMENTAR DO MPLA (Foto: Angop)

Os deputados do MPLA iniciam a partir de hoje, segunda, visitas aos 162 municípios do país com vista a manter o contacto com os eleitores e com os militantes e simpatizantes e amigos do partido ao nível de cada circunscrição.

VIRGILIO DE FONTES PEREIRA - PRESIDENTE DA BANCADA PARLAMENTAR DO MPLA (Foto: Angop)
VIRGILIO DE FONTES PEREIRA – PRESIDENTE DA BANCADA PARLAMENTAR DO MPLA (Foto: Angop)

De acordo com o presidente do grupo parlamentar do MPLA, Virgílio de Fontes de Pereira, no decorrer de uma conferencia de imprensa as visitas se estenderão  por um período de oito dias e as mesmas  resultam de   uma  orientação do congresso extraordinário do Partido maioritário realizado  no ano passado que  reiterou a necessidade dos  deputados realizarem deslocações para manterem este contacto com o eleitorado.

“ Nós  vamos realizar estas visitas num momento particularmente difícil e sensível em que o pais está a braços com as restrições orçamentais com retenção das despesas e  suspensão de alguns projectos ao nível dos  municípios e por isso  é uma  grande responsabilidade para os deputados do MPLA fazerem esta visitas  neste contexto  e poderem abordar o modo como o pás poderá  sair desta  situação”, afirmou.

Virgílio de Fontes Pereira  realçou, por outro lado, que os parlamentares irão igualmente  ver o modo como as pessoas devem manter a esperança  no ideário do MPLA  naquilo  que são as promessas que  este partido  anunciou no inicio deste mandato.

Referiu que as deslocações terão alguns objectivos concretos  no plano politico os deputados  irão  abordar e  retomar as grandes questões  que constam  da agenda política do MPLA para  2015  que está a ser executada com realce para a aprovação do plano de tarefas  essenciais para a preparação e realização  das eleições  gerais e autárquicas ao nível da Assembleia Nacional  e também  as questões ligadas ao  VII congresso Ordinário  que vai-se realizar no próximo ano.

“No  concernente a abordagem de tarefas essenciais  os deputados vão seguramente explicar aos  militantes, simpatizante e amigos e ao eleitorado em geral e as instituições partidárias nos municípios  quais as razões  e os objectivos que  o pais vai alcançar  com a execução  das tarefas constantes  no plano”, explicou

Virgílio de Fontes Pereira  sublinhou que do ponto  de vista social e económico  os deputados  irão abordar com as autoridades administrativas e partidárias  ao nível do  município as questões que tem a ver com a revisão do Orçamento Geral do Estado.

Sublinhou que  a ultima vez que estiveram  nos municípios foi para recensearem as prioridades que as autoridades locais e militantes  indicavam como sendo passíveis de integrar  o OGE 2015 porem sucede que vários desses projectos  foram inseridos  nesse orçamento mas  no contexto macroeconómico com os problemas que o pais vive tiveram que ser suspensas alguns porque não entraram neste orçamento revisto.

Realçou haver alguma esperança neste momento para alguns desses projectos  suspensos possam ser reintroduzidos  no orçamento ainda este ano  e outros  ainda no OGE de 2016,sendo  preciso  dialogar com os municípios para saber  actualmente as prioridades de cada circunscrição em relação aos projectos que devem ser  realizados no contexto da situação económica actual ao nível de cada circunscrição.

“Queremos  também  abordar algumas questões mais pontuais  como a detenção de  alguns cidadãos na sequência de denuncias  que foram feitas de actos praticados  por órgãos competentes do estado porque entendemos que nunca é demais  olhar para esta situação e vermos o modo como  nós  angolanos estamos unidos e a necessidade de a pelar a paz , a tranquilidade pública e a estabilidade do  pais”, pontualizou. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA