Deputada do PSD vai para embaixada e instala a polémica

Maria Ester Vargas, atual deputada do PSD (D.R)

A nomeação de uma deputada para a Embaixada Portuguesa de Berna (Suíça) está a gerar polémica no Parlamento.

Maria Ester Vargas, atual deputada do PSD (D.R)
Maria Ester Vargas, atual deputada do PSD (D.R)

Maria Ester Vargas, atual deputada do PSD, foi nomeada para técnica principal na área social na Embaixada de Portugal, em Berna, na Suíça, e o caso está a gerar uma enorme polémica no maior partido da oposição.

Segundo noticia o jornal Público, o deputado socialista Paulo Pisco entregou, na passada terça-feira, diversas perguntas para serem respondidas pelo primeiro-ministro, com o intuito de esclarecer a nomeação.

“Considera o Governo ético nomear, em final de mandato, uma deputada ainda em exercício para desempenhar funções de conselheira social na Embaixada de Portugal em Berna?”, questiona o Partido Socialista.

A social-democrata, relembra Paulo Pisco, irá substituir um conselheiro social retirado no início do mandato do executivo, e a escolha deverá proporcionar a Ester Vargas um regime de comissão de serviço por três anos, que “em termos salariais, equivale mais ou menos, à de um diplomata”.

“Por que razão passou o Governo um mandato inteiro sem nomear conselheiro social para Berna, e o faz agora nestas circunstâncias particulares?”, pergunta o deputado parlamentar, acrescentando ainda que “não se conhece à nomeada qualquer experiência no domínio diplomático ou consular ou no âmbito dos serviços sociais”.

Em resposta ao jornal Público, o secretário de Estado das Comunidades Portuguesas afirma que “todas as nomeações de qualquer especialista é política, mas não é por motivos partidários”.

José Cesário mostra ainda que “a necessidade de ocupar aquele lugar é evidente”, já que “a embaixada de Berna só tem o embaixador”. Mais ainda, justifica que a nomeada fala alemão, francês e inglês e “tem trabalho feito em organizações sociais”. (noticiasaominuto.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA