Delegações parlamentares de Angola e Coreia do Sul em conversações

Conversações entre parlamentares angolanos e sul-coreanos, em Luanda (Foto: Clemente Dos Santos)

Deputados à Assembleia Nacional da República de Angola e parlamentares da Coreia do Sul, mantiveram hoje conversações oficiais, com vista à troca de experiências no domínio parlamentar, no âmbito do reforço da cooperação bilateral.

Conversações entre parlamentares angolanos e sul-coreanos, em Luanda (Foto: Clemente Dos Santos)
Conversações entre parlamentares angolanos e sul-coreanos, em Luanda (Foto: Clemente Dos Santos)

A parte angolana esteve representada pelo presidente do Grupo Nacional de Acompanhamento Parlamentar dos Países da Ásia e Oceania, Serafim do Prado, e a sul-coreana, pelo presidente do Grupo de Amizade Coreia/Angola, Lee Hag Jae.

Durante o encontro, o deputado Serafim do Prado destacou o pleno funcionamento da Assembleia Nacional e a sua contribuição para o reforço da manutenção da paz e reconciliação entre os angolanos.

Neste contexto, deu a conhecer à delegação sul-coreana, que aquele órgão de soberania está representado, como resultado das eleições gerais de 2012, pelo partido MPLA com 175 deputados, Unita com 32, CASA-CE com oito, PRS com três e pela FNLA com dois deputados, perfazendo 220.

Disse ainda que, em termos de representação do género, o parlamento angolano conta com 69 mulheres, o que corresponde a 37,7% do total dos deputados, cujos dados colocam o parlamento entre os que, em África, atingiram a cifra recomendada para a representação feminina.

Referiu, de igual modo, que a “Casa das Leis” conta com grupos de amizade e solidariedade com todos os continentes, grupos estes, responsáveis pela dinamização das relações parlamentares.

“O nosso Grupo de Amizade e Solidariedade Ásia e Oceânia, privilegia esta visita, não apenas por encerrar a troca de experiência, mas, sobretudo, porque as relações entre os nossos estados têm conhecido desenvolvimentos importantes, a ponto da República da Coreia do Sul ser um dos parceiros mais importantes de Angola na Ásia”, referiu.

Por seu turno, o presidente do Grupo de Amizade Coreia/Angola, Lee Hag Jae, frisou que a Assembleia Nacional da Coreia do Sul é unicameral, e conta com 299 assentos, distribuídos entre os partidos, de acordo com um sistema proporcional ao número de votos.

Relativamente à representação feminina, realçou que o partido no poder conta com um total de 23 deputadas e da oposição com 24, totalizando 47.

Enalteceu o desempenho dos parlamentares no fortalecimento da democracia, bem como a competência em vigiar o cumprimento da Constituição e das leis.

A delegação parlamentar da Coreia do Sul manteve também um encontro com os deputados da 3ª Comissão de Trabalhos da Assembleia Nacional da República de Angola, dirigida pela deputada Exalgina Gamboa.

Durante o encontro, a parlamentar deu a conhecer que se trata da comissão de Relações Exteriores, Cooperação Internacional e Comunidades Angolanas no Estrangeiro, a que compete acompanhar a evolução da situação política internacional.

Disse ainda que a comissão acompanha, de igual modo, o desenvolvimento da cooperação internacional da República de Angola, bem como a evolução e a inserção política, económica e social das comunidades angolanas no estrangeiro. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA