Cunene: População chamada a aderir aos testes de Vih/Sida

CUNENE:ELEUTÉRIO HIVILIKWA, DIRECTOR DA SAÚDE (Foto: José Cachiva)

Ondjiva – O Director provincial da Saúde do Cunene, Eleutério Hivilikwa, pediu hoje, quarta-feira, em Ondjiva, a população a aderir aos centros de testagem voluntária de Vih/Sida (Catv), com vista a conhecerem melhor o seu estado serológico.

CUNENE:ELEUTÉRIO HIVILIKWA, DIRECTOR DA SAÚDE (Foto: José Cachiva)
CUNENE:ELEUTÉRIO HIVILIKWA, DIRECTOR DA SAÚDE (Foto: José Cachiva)

Em declarações à Angop sobre os cuidados de prevenção do Vih/Sida, o responsável explicou muitos cidadãos morrem com patologia, pelo facto de não aceitarem a doença nem o tratamento com anti-retrovirais.

“A população deve ganhar consciência que esta doença existe e o melhor é primar pela prevenção nas relações sexuais ocasionais, através do uso do preservativo, ou pela fidelidade”, sustentou o responsável.

Eleutério Hivilikwa disse que um doente com Vih/Sida sem aderir aos tratamento perde imunidade corporal e morre em menos de três a cinco anos.

Pediu igualmente aos portadores do Vih/Sida a cumprirem com a medição com anti-retrovirais com vista a manterem o seu CD4 estável.

Durante o I semestre do ano em curso, os centros de aconselhamentos e testagem voluntaria (catv) dos municípios do Cuanhama, Namacunde, Ombadja, Cahama, Cuvelai e Curoca, testaram 15.557 cidadãos, menos 657 em relação ao ano anterior, dos quais 737 resultaram em positivo. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA