Cuanza Sul: Administrador quer mais milho em Quipito

Plantação de milho na fazenda Santo António (Foto: Angop)

Sumbe – O administrador municipal do Seles, Daniel Nuneso, incentivou nesta terça-feira, no município de Seles, 60 quilómetros a Sudeste da cidade do Sumbe, província do Cuanza Sul, as famílias camponesas da aldeia de Quipito a aumentarem a produção de milho na presente campanha agrícola.

Plantação de milho na fazenda Santo António (Foto: Angop)
Plantação de milho na fazenda Santo António (Foto: Angop)

Segundo o gestor, eu falava à Angop, essa prática visa contribuir para o desenvolvimento socio-económico da região, mormente no combate à fome e pobreza. Referiu que os camponeses devem ampliar a produção, face a crise internacional com o baixo preço do petróleo, para suprirem as despesas nas famílias e ajudar o governo a conter muitas despesas.

Sublinhou que para a presente campanha agrícola foram cultivados cerca de 70 hectares de terra com culturas distintas, mormente o milho, feijão manteiga, mandioca, batata rena e doce em pequenas escalas, entre outros. O aumento da produção, no entender do responsável, contribuirá para o êxito do Programa de Combate à Fome e Pobreza do governo da província, em parceria com o Ministério da Agricultura, que visa somente oferecer alimentos suficientes no mercado nacional e contribuir na redução das importações de produtos, sobretudo os produzidos localmente. O Instituto de Desenvolvimento Agrário no Seles “IDA” controla 38 associações de camponeses e cinco cooperativas. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA