Cuanza Norte prevê produzir 90 mil toneladas de hortícolas

CUANZA NORTE: CAMPONESES APOSTAM NA PRODUÇÃO DE HORTÍCOLAS (Foto: Estêvão Manuel)

Ndalatando – Noventa mil toneladas de hortícolas poderão ser produzidas na segunda fase da presente campanha agrícola, no Cuanza Norte, informou o responsável do departamento provincial do Instituto de Desenvolvimento Agrário (IDA), Paulo Bungo.

CUANZA NORTE: CAMPONESES APOSTAM NA PRODUÇÃO DE HORTÍCOLAS (Foto: Estêvão Manuel)
CUANZA NORTE: CAMPONESES APOSTAM NA PRODUÇÃO DE HORTÍCOLAS (Foto: Estêvão Manuel)

Em declarações à imprensa, esclareceu que para a sua materialização foram preparadas pelos camponeses da região uma área de 11 mil e 250 hectares.

Nessas terras, referiu, estão a ser cultivadas cebola, alho, feijão, quiabo, pimento, cenoura, couve, repolho, beringela, tomate, milho, amendoim, banana e outros produtos.

“As perspectivas de produção são animadoras. Visitamos alguns pólos de produção e constatamos que estão preparadas algumas áreas e viveiros”, referiu.

Salientou que mais de 140 mil famílias dos municípios de Cambambe, Cazengo, Ambaca, Golungo Alto, Lucala e Samba Cajú estão empenhadas na presente campanha de produção de hortícolas na província, iniciada no passado mês de Maio e que contam com o apoio e assistência técnica do IDA.

Apontou o insuficiente conhecimento das técnicas de combate às pragas, dificuldades no escoamento dos produtos, a falta de condições de conservação e transformação dos produtos hortícolas como os principais constrangimentos enfrentados pelos camponeses locais. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA