Crise política obriga Presidente das Seichelles a cancelar visita a Cabo Verde

Presidente das ilhas Seichelles, James Michel (D.R)
Presidente das ilhas Seichelles, James Michel (D.R)
Presidente das ilhas Seichelles, James Michel (D.R)

O Presidente das ilhas Seichelles, James Michel, adiou a sua viagem por Cabo Verde devido a uma crise política que o vai obrigar à realizar eleições antecipadas no seu país, apurou a PANA na cidade da Praia de fonte oficial.

Mames Michel foi convidado de honra para as comemorações do 40º aniversário da independência de Cabo Verde a comemorar-se domingo próximo.

Falando à imprensa, no final da segunda reunião da Comissão de Honra das comemorações, chefe de Estado cabo-verdiano, Jorge Carlos Fonseca, informou que o seu homólogo das Seichelles lhe enviou uma comunicação oficial em que justificou o adiamento da visita de Estado a Cabo Verde na data prevista, devido à convocação de eleições antecipadas no país.

“Devido a um caso de força maior, de natureza política, as Seichelles vão ter eleições antecipadas que vão decorrer no período em que o Presidente deveria visitar Cabo Verde”, disse o estadista cabo-verdiano, sublinhando que, por este motivo, James Michel não pode ausentar-se do seu país.

“Não estará presente (nas celebrações), mas virá a Cabo Verde para uma visita de Estado ainda este ano, em data a acertar”, afirmou.

A 05 deste mês, após a primeira reunião da Comissão de Honra, Jorge Carlos Fonseca anunciou a vinda do seu homólogo das ilhas Seicheles que o havia convidado a participar, com igual estatuto, nas comemorações do Dia da Independência daquele arquipélago do sul do Índico, celebradas a 18 de junho de 2014. (panapress.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA