Crise do petróleo atira previsão de crescimento angolano para menos de metade

(Foto: D.R.)
(Foto: D.R.)
(Foto: D.R.)

A crise da cotação do petróleo no mercado internacional reduziu as previsões de crescimento da economia angolana em 2015 para menos de metade, com o Banco Nacional de Angola a prever um incremento, ainda incerto, de 4,4 por cento. Na versão original do Orçamento Geral do Estado (OGE) de 2015, o Governo de José Eduardo dos Santos previa um crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) de 9,7%. Devido aos efeitos da quebra para menos de metade das receitas fiscais com a exportação de petróleo, o parlamento aprovou em março a revisão ao OGE, passando a prever um crescimento do PIB angolano de 6,6%, fixando toda a riqueza produzida no país em 2015 em 11,5 biliões de kwanzas (83,1 mil milhões de euros).  (cmjornal.xl.pt)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA