Costa teve de ‘repescar’ nomes que não tinham sido escolhidos

(D.R)

António Costa fez questão de apostar na renovação mas a escolha de listas não escapou à luta interna por lugares.

(D.R)
(D.R)

A Comissão Política Nacional já sufragou os nomes de candidatos. A reunião, como era esperado, não foi fácil para António Costa, que teve neste processo já um teste à sua liderança do PS, como nota o jornal Público.

As listas de Coimbra e do Porto destacaram-se pela polémica. Em Coimbra, o número três da lista, Rui Duarte, mostrou ao final da tarde a sua indisponibilidade por “entender que não devo integrar uma lista que não merece o acordo do secretário-geral”. Já no Porto a comissão política distrital chumbou a lista.

De fora das listas ficaram alguns nomes mais sonantes, que acabaram por ser repescados pelo secretário-geral dos socialistas. É o caso de figuras como Jorge Lacão, João Soares ou Alberto Costa, como nota o mesmo jornal.

Destaque ainda para a saída, por vontade própria, de Maria de Belém Roseira, e para casos como o da deputada Inês de Medeiros,  que viu o seu nome ficar de fora das escolhas de todas as distritais. (noticiasaominuto.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA