“Costa acaba de falhar o primeiro objetivo”. Palavra de socialista

António Galamba (D.R)

No seio do PS, António Galamba é tido como figura próxima de António José Seguro.

António Galamba (D.R)
António Galamba (D.R)

Com as eleições legislativas a aproximar-se, foi só ao fim de horas que o PS definiu as suas listas. Mas o caso ainda faz correr tinta e parece ter deixado algumas ‘feridas’ no seio dos socialistas.

Num texto de opinião assinado no jornal i, António Galamba serve-se de uma citação de António Costa para criticar o secretário-geral do partido. “António Costa tinha razão. ‘Se pensarmos como a direita pensa, acabamos a governar como a direita governou’. É o que acontece com a governação do PS”, pode ler-se.

Na perspetiva de António Galamba, Costa tinha do seu lado dois argumentos que justificaram o que apelida de “assalto ao poder no PS”: a perspetiva de unir o partido e conseguir uma maioria absoluta.

“A verdade é que o secretário-geral do PS acaba de falhar o primeiro objetivo de unir o partido”, critica duramente António Galamba, sugerindo que, agora, Costa “só pode cumprir o desígnio a que se predestinou: conduzir o PS a uma vitória nas legislativas com maioria absoluta”.

Defende António Galamba, a propósito das listas dos socialistas, que “não há coesão quando mais de uma dezena de deputados e apoiantes do anterior líder foram afastados das listas” e que “não há renovação [no partido] quando esta consiste em limpar das listas 14 deputados eleitos que apoiaram António José Seguro, substituindo-os por indefetíveis”, critica. (noticiasaominuto.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA