Consumidores e sábios elegem 37 ‘supermarcas’ de Angola

(Foto: D.R.)
(Foto: D.R.)
(Foto: D.R.)

Quinta edição da Superbrands Angola distingue quase 40 marcas como as melhores do País. Expansão ficou entre os vencedores pelo quinto ano consecutivo.

Trinta e sete marcas angolanas foram distinguidas quarta-feira (1 de Julho), na 5.ª edição da Superbrands Angola, a mais concorrida de sempre. A escolha das marcas resultou de uma análise feita por um conjunto de especialistas e de um estudo de mercado que consistiu em questionários estruturados com perguntas abertas e respostas espontâneas realizados em Luanda, entre 3 e 10 de Novembro de 2014, junto de uma amostra de 1.201 indivíduos com mais de 15 anos.

A votação do conselho de sábios, composto por 13 elementos, incidiu sobre cerca de 800 marcas, baseando-se em cinco dimensões: notoriedade, proximidade, confiança, satisfação de necessidades e fidelização.

A eleição das 37 marcas (ver coluna ao lado) resultou de uma ponderação 50/50 desta análise e do estudo ao consumidor, que esteve a cargo do Centro de Estudos, Inquéritos e Sondagens da SINFIC, que tem um intervalo de confiança de 95% e uma margem de erro de +-3%. Este estudo é “o único recorrente sobre a questão das marcas em Angola”, sublinha Pedro Vaz, senior partner da Superbrands Angola, organização que está a preparar novidades para a próxima edição, em 2016 (ver entrevista ao lado).

Este ano, o Top 5 dos sectores com mais referências de marcas pelos consumidores é composto, por esta ordem, pelos refrigerantes, sumos e néctares, cervejas, telecomunicações, electrónica de consumo e energia; Face ao ano passado, os sectores com maior crescimento de referenciação pelos consumidores foram as bebidas energéticas (+440%), os vinhos (+243%), as bebidas espirituosas (+141%), as águas (+89%) e a higiene doméstica (+74%).

Em sentido contrário, as maiores quedas na referenciação foram na construção (-72%), seguros (-71%), cereais, farinhas, massas e arroz (-53%), comércio e distribuição (-52%) e serviços (-49%). Desde a 1.ª edição, em 2010, já foram distinguidas como Superbrands 59 marcas, e o evento já deu origem à edição de cinco livros (ver capas gerais, em baixo) contendo 135 casos onde se descreve a história e as actualidades de cada marca, permitindo reconstruir o historial de actividade de comunicação e gestão de cada marca e do mercado em geral.

Há marcas, como Expansão, que este ano voltou a ser supermarca, presentes desde a 1.ª edição (ver caixa ao lado). Entretanto, a Global Seguros venceu o prémio de Melhor Capa, instituído em 2015 pela primeira vez. (expansao.ao)

Por: Ricardo David Lopes

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA