Conselho Consultivo da PIR vai permitir consolidar ideias para vencer desafios

Ambrósio de Lemos, Comandante Geral da Polícia Nacional (Foto: Alberto Julião)

O comandante geral da Polícia Nacional, comissário-geral Ambrósio de Lemos, afirmou nesta quinta-feira, em Luanda, que o XII Conselho Consultivo da Polícia de Intervenção Rápida (PIR) vai permitir consolidar as ideias e vencer os desafios do presente para melhoria das acções futuras, sempre no espírito da disciplina, prontidão, coragem e bravura.

Ambrósio de Lemos, Comandante Geral da Polícia Nacional (Foto: Alberto Julião)
Ambrósio de Lemos, Comandante Geral da Polícia Nacional (Foto: Alberto Julião)

Ambrósio de Lemos fez essa afirmação quando discursava na abertura do XII Conselho Consultivo Alargado da (PIR), que decorre sob o lema “Correspondendo às ordens superiores na garantia e reforço as segurança pública”.

Segundo o comandante, este são os atributos que caracterizam esta força policial, muito acarinhada e respeitada pela população e temida pelos delinquentes, marginais e todos quanto optam por práticas ilícitas e violentas.

No actual contexto de desenvolvimento político-social do país, referiu ser  necessário que a PIR consolide os níveis de organização já alcançados e trabalhe no sentido de aprimorar os mecanismos de actuação, mediante a requalificação do seu quadro de pessoal, redimensionamento da sua  estrutura, bem como o apetrechamento em meios e equipamentos para um normal funcionamento.

“ Para que isto aconteça, o homem deve estar sempre no centro da todas as atenções dos comandantes e chefes a distintos níveis”, afirmou o comissário-geral Ambrósio de Lemos.

Disse igualmente estar certo de que do evento sairão decisões que contribuirão para aperfeiçoar os mecanismos de coordenação com outras forças policiais, nas tarefas de manutenção de ordem pública e combate à criminalidade.

Segundo o comandante, não obstante as dificuldades de ordem material e social, que de um modo geral afectam todas as forças policiais, a Polícia de Intervenção Rápida tem sabido cumprir as suas missões com zelo, dedicação e profissionalismo.

A reunião, que terá a duração de três dias, vai abordar temas como “ informação sobre o grau de cumprimento das orientações saída no XI Conselho Consultivo Alargada da PIR”, “Apresentação do plano de acção da PIR para 2015”, entre outros temas. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA