Coligação entre PS e CDS? “Se o CDS tivesse ido separado às eleições”

(DR)
(DR)
(DR)

Opinião é do presidente da Câmara Municipal de Sintra.

Basílio Horta dá, este sábado, uma entrevista ao Diário de Notícias onde aborda a questão das próximas eleições legislativas e a necessidade de que o próximo governo tenha apoio maioritário no Parlamento.

O autarca admitiu que “gostava muito que o PS tivesse maioria, mas se tal não acontecer tem de resolver o problema e não deve fazer governos minoritários sem apoio parlamentar maioritário”. E este, garante, foi “um dos grandes erros de José Sócrates”.

Pensando num cenário em que António Costa não alcança a maioria absoluta no sufrágio que decorrerá daqui a cerca de dois meses, Basílio Horta considera, em declarações ao Diário de Notícias, que “quando se trata do interesse nacional há que considerar todos, mesmo com quem não concordamos”.

Mas qual seria então a melhor opção para uma coligação do PS?

“Olhar à esquerda é difícil, até porque não sei bem o que é que há à esquerda”, indica, lembrando que “à direita há tradição de apoio do PSD ao PS e do PS ao PSD, como os governos do Bloco Central”.

E a verdade, sublinha, é que este é um cenário que não estará totalmente posto de parte: “Nunca vi ninguém excluir essa hipótese”.

Ainda assim, o democrata-cristão considera que uma coligação entre PS e CDS seria bastante viável. “[O CDS] era um parceiro a sentar à mesa e a discutir com o PS”.

“Mas é difícil. Se o CDS tivesse ido separadamente às eleições poderia resultar num bom governo. Agora foi junto com o PSD pelo que não é ético, nem explicável, que fosse separado para o governo”, conclui. (noticiasaominuto.com)

 

DEIXE UMA RESPOSTA