Cinco famílias são despejadas por dia por rendas em atraso

(jornaldenegocios.pt)
(jornaldenegocios.pt)
(jornaldenegocios.pt)

Desde 2013, o Balcão Nacional do Arrendamento recebeu mais de 10 mil títulos de despejo. Mais de metade foi recusada. Só no primeiro semestre de 2015 foram aprovados 929.

Mais de cinco famílias perdem, por dia em Portugal, as suas casas por falta de pagamento das rendas ou utilização indevida do espaço. O número é avançado pelo Diário de Notícias e pelo Jornal de Notícias desta segunda-feira, 27 de Julho.

De acordo com as publicações, que citam dados do Ministério da Justiça, até Junho deste ano já foram emitidos 929 títulos de despejo no Balcão Nacional do Arrendamento (BNA). No ano de 2014, foram realizados 1.868.

Lisboa e Porto reúnem o maior bolo de despejos. “A renda é por regra a última obrigação que deixa de ser paga, mas o desemprego ainda é a maior razão para o não pagamento”, esclarece Romão Lavadinho, da Associação dos Inquilinos Lisbonense.

O BNA já contabilizou 10.333 pedidos de despejo desde 2013. O Ministério da Justiça recusou mais de metade dos requerimentos (5.172) e só deu luz verde a 3.804 títulos de despejo (incluindo os 929 deste ano). (jornaldenegocios.pt)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA