Ciclismo: Igor Silva vence prova de contra-relógio em seniores

Huambo: Ciclista do Benfica de Luanda, Igor Silva (Foto: Angop)
Huambo: Ciclista do Benfica de Luanda, Igor Silva (Foto: Angop)
Huambo: Ciclista do Benfica de Luanda, Igor Silva (Foto: Angop)

O ciclista Igor Silva, do Benfica de Luanda, venceu hoje, a prova de contra-relógio em sénior, inserido do XXV Campeonato Nacional de Ciclismo, que decorre desde quinta-feira, no município da Caála, província do Huambo.

O vencedor cronometrou 31 minutos e 46 segundos, num percurso de 23.800 quilómetros, seguido por Betilson Manuel, da Cuca Nocebo, com o tempo 32 minutos e 34 segundos, enquanto Dario António, do Benfica de Luanda, que fez 33 minutos e 18 segundos, ficou em terceiro lugar.

Na categoria de juniores triunfou Gabriel Cole, também dos “encarnados”, que fez 25 minutos e 32 segundos, num percurso de 18.500 quilómetros. Em segundo lugar ficou José Mendes, do Santos FC, com o tempo de 27 minutos e 13 segundos, sendo que Márcio José, da equipa do Hotel Luso, ficou na terceira posição com 27 minutos e 14 segundos.

Brandon Furtado, do Hotel Luso, sagrou-se vencedor em juvenis, percorrendo 7,700 quilómetros em 12 minutos e 53 segundos, deixando na segunda posição Gelson Santos (14:02), da equipa Jair Transportes, e na terceira, Luís Carapinha (15:14), da mesma equipa.

Em cadetes, o primeiro lugar coube a José Rocha, da equipa Hotel Luso, que fez 20 minutos e 22 segundos, num percurso de 13, 900 quilómetros. O segundo e terceiro lugares foram ocupados por António Vidal (21:08), da Jair Transportes, e Mauro Ricardo (21:48), do Benfica de Luanda.

Em veteranos, classe A, Alberto Quintas, da equipa do Bié, bateu a concorrência ao perfazer 22 minutos e 22 segundos num percurso de 13.900 quilómetros, enquanto no segundo posto ficou Carlos Socala (22:35), também da equipa do Bié, e em terceiro colocou-se Walter da Silva (22:48), da Jair Transportes.

Na classe B, sagrou-se vencedor Justiniano Araújo, da equipa Cuca Nocebo, tendo percorrido 13.900 quilómetros em 22 minutos e cinco segundos. No segundo posto ficou José Borges (24:49), da Jair Transportes, seguido Jacinto Jamba (23.04), da Cuca Nocebo.

O XXV campeonato nacional de ciclismo vai ainda fazer disputar, até domingo, as categorias de contra-relógio por equipas e a prova de fundo. A competição conta com a participação de 80 ciclistas.

Em declarações à Angop, o director do conselho técnico da FACI, Márcio Guevara, destacou as condições técnicas e materiais criadas para que o evento decorresse sem sobressaltos.

Elogiou o nível de preparação das equipas, pois os atletas têm-se aplicado a fundo para melhorarem as suas marcas. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA