Casa-Ce disponibiliza advogado aos activistas detidos em Angola

(Coque Mukuta)
(Coque Mukuta)
(Coque Mukuta)

A Casa-CE vai disponibilizar um advogado para defender os 15 jovens acusados de crime de rebelião e atentado contra o Presidente da República. A revelação foi feita por Chivukuvuku, adiantando que o José Eduardo dos Santos esta a cansar os cidadãos, que poderão reagir a qualquer momento.

Sete dos 15 jovens detidos, estão até ao momento sem advogado. Apesar de citados como potenciais defensores dos jovens, os escritórios de advogados da associação Mãos Livres dizem não ter recebido até ao momento qualquer procuração formal nesse sentido, como adianta David Mendes.

“Achamos estranho como é que quatro têm advogados outros não, quais são os critérios para defender uns e outros não. Penso que tem que nos explicar primeiro o que é que está a se passar”, disse Mendes.

Entretanto, para colmatar essa lacuna, o presidente da Casa-CE Abel Epalanga Chivukuvuku  confirmou que a coligação irá formalizar amanhã um advogado  para defender os activistas.

Chivukuvuku disse esperar que se acabe com o mito de golpe de Estado quando quer se eliminar um cidadão: “Foi assim com Nito Alves e Zé Vandunem e inventaram golpe de Estado, foi assim com Tito Rodrigues, ex-ministro do interior nos anos de 1980, foi assim com o general Miala quando quiseram lhe afastar, temos que acabar com esses síndromas”, afirmou o líder da Casa-CE.

Questionado sobre as críticas feitas em determinados círculos de Angola a uma suposta letargia  dos partidos políticos da oposição Chivukuvuku respondeu que o Presidente da Republica está a cansar os cidadãos que um dia irão reagirem função desses maus-tratos.

A VOA sabe que os jovens ligados ao Movimento Revolucionário marcaram para esta quinta-feira, 2, uma manifestação em frente à Embaixada Francesa em Luanda por ocasião da visita do presidente François Hollande a Angola. (voa.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA