Camarões: Duplo atentado deixa 11 mortos no norte do país

MAPA DA REPÚBLICA DOS CAMARÕES (Foto: Angop)

Yaoundé – Um duplo atentado causou a morte de onze pessoas nesta quarta-feira na cidade de Marua, capital da região do extremo norte de Camarões, relataram várias fontes.

MAPA DA REPÚBLICA DOS CAMARÕES (Foto: Angop)
MAPA DA REPÚBLICA DOS CAMARÕES (Foto: Angop)

Dois terroristas sacrificaram as suas vidas ao fazerem explodir as bombas que levavam por volta das 14h30, no bairro de Barmaré e na entrada do mercado central, informou a presidência camaronesa num comunicado, em que condenou tais actos “covardes”.

“Duas meninas com menos de 15 anos, que mendigavam, accionaram os seus explosivos”, fazendo pelo menos 10 mortos, no mercado central da cidade e no bairro vizinho de Haussa, explicou o governador da região, Midjiyawa Bakari.

Marua é uma cidade que é alvo comum dos insurgentes islamitas do Boko Haram.

Este é o segundo atentado suicida nos Camarões nos últimos 10 dias. A 12 de Julho, duas mulheres-bomba detonaram as suas cargas em Fotokol, cidade fronteiriça da Nigéria, deixando 11 mortos, incluindo 10 civis e um soldado do Tchad.

O Boko Haram realizou numerosos ataques nesta região isolada do extremo norte dos Camarões, o que levou este país a juntar-se a uma coligação regional, formada pela Nigéria, Tchad e Níger, para combater o grupo extremista.

Fontes da segurança haviam confirmado à AFP que muitos simpatizantes e membros do grupo islamita infiltraram-se na cidade atacada nesta quarta-feira para recolher informações.

“Desconfiamos de todo mundo. São pessoas como voce e eu. Pode ser um motorista de táxi ou um pedestre”, afirmou um oficial camaronês recentemente.

A insurreição do Boko Haram – “a educação ocidental é um pecado” na língua hausa – e a sua posterior repressão causaram pelo menos 15 mil mortes desde 2009 e mais de 1,5 milhões deslocados. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA