Burundi: Nkurunzinza reeleito com 69% dos votos

Pierre Nkurunziza, presidente do Burundi (REUTERS)
Pierre Nkurunziza, presidente do Burundi (REUTERS)
Pierre Nkurunziza, presidente do Burundi
(REUTERS)

O presidente Pierre Nkurunziza foi reeleito, sem surpresa, para um terceiro mandato. O chefe de Estado cessante arrecadou, à primeira volta, a cadeira da presidência do Burundi ao obter 69,41% dos votos. Um sufrágio contestado, depois de três meses de uma grave crise política desencadeada pela sua candidatura.

O anúncio dos resultados foi feito esta sexta-feira pela Comissão Eleitoral Nacional Independente (Céni). O presidente cessante Pierre Nkurunziza foi eleito para um contestado terceiro mandato, com 69,41 % da votação e o principal líder da oposição Agathon Rwasa ficou-se em segundo lugar com 18,99% dos votos.

A eleição presidencial de 21 de Julho, tal como a precedente regional e legislativa, foi boicotada pela oposição, que denuncia a inconstitucionalidade deste terceiro mandato de Pierre Nkurunziza. Aliás, o anúncio de candidatura do presidente cessante desencadeou uma grave crise política no Burundi, que desde Abril já provocou mais de 80 mortos e de 160 mil refugiados. Trata-se da maior crise política no país desde a guerra civil entre 1993 e 2006.

A taxa de participação neste sufrágio, de acordo com a Céni, ronda os 73%. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA