Burundi: Explosões abalam capital horas antes das eleições presidenciais

BANDEIRA DO BURUNDI (Foto: Divulgação)

Bujumbura – Explosões e disparos foram registados nesta segunda-feira à noite em Bujumbura, capital do Burundi, a algumas horas da abertura das assembleias de voto para a polémica disputa presidencial.

BANDEIRA DO BURUNDI (Foto: Divulgação)
BANDEIRA DO BURUNDI (Foto: Divulgação)

O país encontra-se mergulhado numa grave crise, deflagrada pela candidatura do actual presidente, Pierre Nkurunziza, a um terceiro mandato. A oposição alega que a situação é inconstitucional. Cerca de 3,8 milhões de burundeses são esperados nas urnas.

A imprensa noticiou a ocorrência de pelo menos três fortes explosões e tiroteios.

Segundo testemunhas, desconhecidos abriram fogo contra agentes da polícia, que reagiram, no bairro de Ngagara, norte do centro da capital.

Duas explosões foram ouvidas no bairro de Nyakabiga, ao nordeste do centro, e disparos, em Kanyosha, no sul da cidade.

Segunda-feira à tarde, uma granada explodiu numa artéria comercial no centro de Bujumbura, sem deixar vítimas.

Na noite desta segunda-feira, o secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, pediu às autoridades do Burundi que “façam todo o possível” para manter a segurança e a paz durante as eleições presidenciais.

Ban convidou “todas as partes a se abster de cometer qualquer forma de violência que possa comprometer a estabilidade do Burundi e da região”, e “reiterou o seu apelo à retomada de um diálogo franco”.

Ao recordar a presença da missão de observação eleitoral da ONU no Burundi, Ban pediu a “todas as partes que facilitem o cumprimento da missão, em particular o governo para garantir a segurança dos observadores”. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA