Burundi: Chegada ministro ugandês da Defesa para continuar mediação

BANDEIRA DO BURUNDI

Bujumbura – O ministro ugandês da Defesa, Crispus Kiyonga, chegou hoje, quinta-feira, em Bujumbura para representar o seu presidente, Yoweri Museveni, e a sua mediação entre os diferentes actores da crise burundesa, anunciou o chefe da diplomacia do Burundi.

BANDEIRA DO BURUNDI
BANDEIRA DO BURUNDI

“O ministro acaba de chegar de avião ao meio-dia (10h00 TMG – 11h00 de Angola )”, disse à AFP o ministro burundês dos Negócios Estrangeiros, Aimé – Alain Nyamitwe, sem puder dar detalhes do seu programa.

Um delegado da sociedade civil indicou à AFP que as delegações devem  reunir-se com o mediador no início da tarde num hotel em Bujumbura.

O calendário, as modalidades e os pontos de ordem das conversações não foram imediatamente conhecidas.

O Presidente Museveni, mandatado pelos países da Comunidade do Leste Africano (EAC) para tentar resolver a crise nascida no final de Abril sobre o pedido do presidente burundês, Pierre Nkurunziza, de se candidatar para um terceiro mandato.

Museveni já tinha recebido terça e quarta-feira os diferentes actores do campo presidencial, a oposição e a sociedade civil, bem como dois ex-chefes de Estado do Burundi.

Ele deixou o Burundi na quarta-feira garantindo que o seu ministro da Defesa iria continuar quinta-feira com as discussões, após a obtenção das partes de um compromisso de negociar “sem interrupção”.

Mas o tempo programado para as presidenciais é o dia 21 de Julho, a oposição pretende boicotar, o mesmo feito com as legislativas e municipais de 29 de Junho. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA