Brasil rompe parceria com a Ucrânia em projeto de foguete

(D.R)
(D.R)
(D.R)

RIO – O chanceler Mauro Vieira enviou nesta terça-feira uma carta ao embaixador da Ucrânia em Brasília, Rostyslav Tronenko, desistindo do projeto do foguete Cyclone-4. A carta foi publicada pelo site especializado defesanet.

A parceria agora renunciada pelo governo é fruto de um tratado formalizado pelos congressos de Brasil e Ucrânia. Nos termos do contrato, a Ucrânia pode contestar os argumentos do Brasil para desistir da parceria e em tese pode pedir o ressarcimento pelo prejuízo causado pelos investimentos já feitos. A parceria entre Brasil e Ucrânia consumiu entre 2007 e 2014 R$ 477 milhões do contribuinte brasileiro.

A carta foi encaminhada alguns dias depois de uma reunião com a presença de representantes de vários ministérios para discutir como solucionar o impasse envolvendo o lançamento do foguete ucraniano. A partir desta reunião, o assunto passou a ser tratado exclusivamente pelo gabinete do ministro das Relações Exteriores. (yahoo.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA