Benguela: MPLA fiscaliza projectos sociais em execuação no Bocoio

Bandeira do MPLA (D.R)

Bocoio – O nível de organização e de funcionamento dos serviços do hospital de referência no município do Bocoio, província de Benguela, foram, quarta-feira, fiscalizados pelo deputado à bancada parlamentar do MPLA, Jeremias Dumbo.

Bandeira do MPLA (D.R)
Bandeira do MPLA (D.R)

De acordo com o programa de visitas que a Angop teve acesso, o deputado que se encontra desde terça-feira na localidade, vai ainda presidir uma assembleia de esclarecimento e auscultação dos militantes do MPLA residentes no Bocoio.

O responsável fiscalizou a execução de projectos sociais e comunitários do programa de investimento público, com destaque para as obras de reabilitação e ampliação da estrada nacional número 110, que liga as Províncias de Benguela e Cuanza-Sul.

Soube-se que estão em curso as obras em execução e na sua maioria já concluídas, no sector de Energia e Águas, de escolas primárias de Etunda, Empembe, Alto-Henrique, Chimbutiti, e do ensino especial para atender as crianças portadoras de deficiências, o tribunal municipal e as residências na nova centralidade.

Visita do género, o deputado efectou também na terça-feira no município do Balombo (Benguela), onde inteirou-se da  implementação dos projectos de impacto social, que estão a ser executados nos âmbitos dos Programas do PIP, Combate à Pobreza e da Municipalização dos Serviços de Saúde.

Jeremias Dumbo visitou o Projecto de Águas para Todos, que está a ser executado na localidade de Caála no âmbito do Programa de Investimentos Públicos e a construção de duas escolas do ensino primário com seis salas de aula cada nas localidades de Capango ( Comuna do Chindumbo) e de Chiconguela, Comuna do Chingongo, no programa de Combate à Fome e à Pobreza.

Inteirou-se ainda do andamento das obras do Centro Mantero Infantil na sede do município, que está a ser executado no âmbito do Programa de Municipalização dos Serviços de Saúde.

O Programa de visita de trabalho do Deputado do MPLA, terminou com a realização de uma Assembleia de Militantes na sede do Município e uma passagem pela Fábrica de água mineral na localidade de Rainha e na Associação Camponesa das Mulheres da OMA, localizada na Povoação de Amera. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA