Benguela: Militantes do MPLA exortados a engajar-se na agenda política

Militantes do Mpla (Foto: Angop)

Chikuma – Os militantes do MPLA na comuna da Chikuma, município da Ganda (Benguela), foram exortados a participar nas tarefas da organização, com base no cumprimento das principais linhas de orientações traçadas pela agenda política do partido para este ano.

Militantes do Mpla (Foto: Angop)
Militantes do Mpla (Foto: Angop)

A deputada pela bancada parlamentar do MPLA, Serafina Miguel Pinto, falando neste fim-de- semana, na povoação de Kassendje Epalanga (Chikuma), disse que uma das tarefas constantes na estratégia política definida pelo partido foi a aprovação e revisão do OGE que constitui a base de suporte e sustentação para implementação e execução dos projectos de impacto social no país.

Segundo a deputada, com a revisão orçamental dada a queda do preço do petróleo, o executivo angolano foi forçado a definir prioridades para as acções a cumprir este ano, e, deste modo, honrar com os compromissos assumidos perante o seu eleitorado.

“Constata-se de um tempo a este parte a paralisação de algumas obras, não porque o governo não quer fazer, mas devido à esta redução financeira, cuja prioridade recai para os sectores de Saúde, Educação e outras áreas de carácter social”, disse.

Reafirmou o engajamento do Chefe de Estado angolano, José Eduardo dos Santos, na busca de soluções que visam colmatar essa situação.

Apelou ainda para a educação da juventude, elevação do seu nível técnico e académico, com vista a garantir o desenvolvimento e o futuro do país, e abster-se de acções que visam criar ódio, anarquia, desobediência e rebelião que atentem contra os órgãos de soberania.

O encontro que juntou militantes, simpatizantes e amigos do MPLA serviu igualmente para lembrar os presentes sobre a realização do Congresso Ordinário da OMA e do partido, convocados para Março e Agosto de 2016, tendo apelado a todos uma participação activa nas actividades e preparação com mais dignidade a partir da base.

Durante três dias a deputada manteve encontros de auscultação onde foram abordados os principais problemas relacionados com a extensão da rede sanitária, educacional, água, energia, recuperação de vias de acesso às comunas, telecomunicações, parque industrial e agrícola.

No final, a parlamentar considerou positiva a sua visita, a julgar pelas acções constantes do plano de desenvolvimento em execução e a existência de bases sólidas das estruturas do partido no município.

Na estação zootécnica da Ganda ficou impressionada pelo desenvolvimento do projecto de investigação veterinária, recuperação e construção de novas infra-estruturas. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA