Bengo: Província símbolo da resistência heróica contra o colonialismo – Luzia Inglês

Luzia Inglês OMA (D.R)

Úcua – A Secretária-geral da Organização da Mulher Angolana (OMA), Luzia Inglês “Inga”, considerou quinta-feira, na comuna do Úcua, município do Dande, na província do Bengo, região onde passou momentos marcantes da sua infância e adolescência, como símbolo e berço da resistência heróica contra o colonialismo português.

Luzia Inglês OMA (D.R)
Luzia Inglês OMA (D.R)

Luzia Inglês teceu essas considerações quando presidia o acto nacional alusivo o dia da mulher africana, que se assinala a 31 de Julho do corrente ano.

A dirigente felicitou todas as mulheres africanas residentes em Angola, por ocasião da efeméride e as angolanas que contribuíram com o seu talento e saber para o engrandecimento da OMA.

“Estar aqui hoje na comuna do Úcua é uma forma de render homenagem aos antigos combatentes e veteranos da pátria da primeira região político militar dos Dembos e Nambuangongo, que lutaram tenazmente contra o colonialismo português”, enfatizou.

Lembrou que a origem desta data está associada a realização a 31 de Julho de 1962, em Dar-Es-Salaam (Tanzânia), da conferência das mulheres africanas que contou com a participação de 14 países e oito Movimentos de libertação Nacional.

No seu discurso que foi bastante aplaudido, Luzia Inglês afirmou ainda que a OMA participou em Dar-Es-Salaam, capital da Tanzânia, na conferência que deu origem a Organização Panafricana das Mulheres (OPM), onde é membro activo, assumindo o cargo da vice-presidência para a África Austral.

Este ano, o Dia da Mulher Africana está a ser comemorado sob o lema “o empoderamento da mulher, e a luta contra à pobreza”.

No Bengo, a comitiva da OMA chefiada por Luzia Inglês visitou o memorial aos heróis tombados da pátria na primeira região político militar (Caxito), o marco histórico da Mussenga (Úcua), o posto administrativo e a feira de produtos de campo, na comuna do Úcua.

Assistiram ao acto, o primeiro secretário provincial do MPLA do Bengo, membros do bureau político, do comité central, do comité nacional da OMA, deputados da Assembleia Nacional, Ministra da Família e Promoção da Mulher e Ministra do Comércio.

Os secretários de estado da Educação e da Assistência e Reinserção Social, membros da comissão executiva do MPLA do Bengo, representantes das repúblicas da  Namíbia, Guine Equatorial e do Zimbabwe, autoridades tradicionais e entidades religiosas, estiveram presentes na cerimónia. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA