Banco Mundial aprova operação financeira na área fiscal e investimento público em Angola

(Foto: D.R.)
(Foto: D.R.)
(Foto: D.R.)

O Conselho de Administração do Banco Mundial aprovou esta terça-feira a primeira operação financeira para a gestão e desenvolvimento de políticas na área fiscal e do investimento público em Angola.

Segundo uma nota de imprensa que a Angop teve acesso, a operação, a primeira do Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento (BIRD) após Angola ter graduado da Associação para o Desenvolvimento Industrial (IDA), em Julho de 2014, compreende um empréstimo de 450 milhões e uma garantia de 200 milhões de dólares norte- americanos, que habilita o Executivo angolano a captar fundos no montante de 300 milhões até um bilião de dólares no mercado financeiro internacional.

A referida operação financeira visa reforçar a gestão financeira e criar espaço fiscal necessário para uma melhor protecção dos mais vulneráveis, o que será alcançado através do apoio à modernização da administração fiscal e da política fiscal, reforço da eficiência e eficácia do investimento público e do apoio à introdução de uma política social de contrapartida ao processo de eliminação gradual do subsídio aos combustíveis.

De um modo geral, os directores executivos do Banco Mundial saudaram as reformas institucionais em curso em Angola, encetadas no âmbito do Plano Nacional de Desenvolvimento (PND) 2013-2017 e da Estratégia de Combate à Pobreza, e encorajaram o Executivo a prosseguir nesta senda, visando melhorar a Gestão das Políticas Públicas e o Sistema Estatístico Nacional, em parceria com o Banco Mundial, Fundo Monetário Internacional (FMI) e outros parceiros de desenvolvimento. (Angop/Expansão)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA