Ataque aéreo dos EUA mata comandante da Al Qaeda no Afeganistão, diz Pentágono

Ataque de drone no Afeganistão (Reuters/VEJA)
Ataque de drone no Afeganistão (Reuters/VEJA)
Ataque de drone no Afeganistão (Reuters/VEJA)

Um ataque aéreo dos EUA no Afeganistão matou um comandante operacional de alto escalão da Al Qaeda, informou o Exército dos Estados Unidos nesta sexta-feira.

Os militares dos EUA identificaram o alvo do ataque como Abu Khalil al-Sudani, e disseram que ele foi morto em um ataque em 11 de Julho no distrito de Bermal, na província afegã de Paktika.

Em comunicado, o Exército disse que ele era o chefe das “operações suicidas com explosivos” da Al Qaeda e estava envolvido com planos de ataque a alvos norte-americanos.

Sudani comandou ataques contra as forças da coligação liderada pelos EUA no Afeganistão, assim como contra forças afegãs e paquistanesas, de acordo com o Pentágono.

O ataque em Paktika foi o mais recente em uma série de operações contra militantes no Afeganistão nas últimas semanas e também matou outros dois militantes, disseram os militares a repórteres que viajam com o secretário de Defesa dos EUA, Ash Carter, em Erbil, no Iraque. (reuters.com)

por Phil Stewart

 

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA