Associação Empresarial de Viana realiza fórum de negócios na FILDA/2015

Feira Internacional de Luanda (Foto: Clemente Santos)
Feira Internacional de Luanda (Foto: Clemente Santos)
Feira Internacional de Luanda (Foto: Clemente Santos)

As instalações da Feira Internacional de Luanda acolhem, de 21 a 23 do corrente, o “Fórum de Investimentos de Luanda”, com o objectivo de atrair investimento estrangeiro para a capital angolana e promover parcerias empresariais, disse hoje, sexta-feira, fonte da organização.

Em declarações à Angop, em Viana, o responsável considerou que existem muitas cidades geminadas, mas que estas geminações nem sempre se reflectem numa cooperação efectiva, sobretudo na área da economia e dos negócios.

“Pretendemos que essas geminações de algumas cidades e municípios angolanos com cidades e municípios estrangeiros se possam traduzir no reforço da nossa economia”, advogou.

Adiantou que o fórum vai contar com a participação do governador de Luanda, administradores municipais, membros do corpo diplomático e presidentes das câmaras do Porto e de Vila Nova de Famalicão.

Por outro lado, disse que para o dia 23 está ainda agendada a realização de uma conferência, em parceria com o ministério das Finanças, sobre a Direcção da Contratação Pública.

“Vamos esclarecer aos empresários como é que podem vender os seus serviços ao Estado, em que condições, como é que recebem os seus dinheiros, como podem ser competitivos e quais são os montantes e áreas”, revelou.

Considerou que os empresários podem encontrar neste fórum parceiros para os seus negócios e também poderão encontrar formas de rendimento através de negócios com o Estado.

“Poderão ainda conhecer as especificações de cada município de Luanda e saber o que se pode fazer em cada um deles”, concluiu.

O Fórum de Investimentos de Luanda vai decorrer em paralelo com a Feira Internacional de Luanda de 2015, o maior evento do género em Angola e que contará com a presença de cerca de 900 expositores de 24 países, entre africanos, europeus, das Américas e da Ásia. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA