As ligações a Portugal da construtora suspeita de corrupção no Brasil

(D.R)

A construtora brasileira que viu o seu nome ligado a numa investigação de desvio de dinheiro da Petrobras, no Brasil, estabeleceu-se em Portugal em 1998.

(D.R)
(D.R)

A Odebrecht surge agora na mira das autoridades, suspeita de pagar várias viagens ao estrangeiro ao ex-presidente do Brasil Lula da Silva. Terá sido, aliás, numa dessas viagens que Lula veio a Portugal, em 2013, para o lançamento do livro do ex-primeiro-ministro José Sócrates. Mas a Odebrecht tem mais ligações a Portugal.

Adianta o Jornal de Notícias que a Odebrecht também integrou, a par do Grupo Lena, o consórcio que iria construir a linha do TGV.

O projeto do TGV acabou por não seguir em frente. Mas, entretanto, o nome do Grupo Lena tem surgido na Operação Marquês, investigação que levou à detenção de José Sócrates mas também à detenção de um ex-administrador da empresa.

Em Portugal, saliente-se, a construtora é também conhecida como Bento Pedrosa Construções. E é com esta designação que surge mencionada no processo Monte Branco, uma investigação a fraude fiscal e branqueamento de capitais que ainda está pendente no Departamento Central de Investigação e Ação Penal.

Recorde-se que a Odebrecht está envolvida na investigação Lava Jato – escândalo que tem marcado a atenção mediática do Brasil. Em causa, nesta investigação, está um suposto esquema de cartel através do qual grandes empresas de construção civil e políticos brasileiros terão beneficiado. (noticiasaominuto.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA