Angola/Filda 2015: ENSA “abre mãos” a pagamento de seguros a prestações mensais

Manuel Gonçalves, presidente da ENSA Seguros (Foto: Joaquina Bento/Angop)
Manuel Gonçalves, presidente da ENSA Seguros (Foto: Joaquina Bento/Angop)
Manuel Gonçalves, presidente da ENSA Seguros (Foto: Joaquina Bento/Angop)

Os cidadãos com contratos de seguro com a Empresa Nacional de Seguros de Angola (ENSA) podem, doravante, efectuar os pagamentos dos seus prémios a prestações mensais, trimestrais, semestrais ou anuais, consoante as suas possibilidades financeiras, com recurso a qualquer ferramenta de pagamento disponível para o efeito.

Esta novidade foi avançada esta terça-feira, em Luanda, pelo Presidente do Conselho de Administração da referida seguradora, Manuel Gonçalves, sublinhando que a medida não contempla os seguros de saúde nem o de viagem, visto que estes devem ser pagos na hora por serem de uso e benefício imediatos para os clientes.

O responsável, que falava à Angop por ocasião da inauguração da FILDA/2015, explicou que as pessoas poderão pagar pelos respectivos serviços através de autorização de débito de conta (ADC), por depósito bancário, na tesouraria da empresa, nos balcões autorizados, por cheque, por transferência bancária, por multicaixa e “BOS”.

“A intenção é facilitar a vida dos segurados, permitindo-os pagamentos de prémios de forma mais fácil, confortável e segura. E esta é a melhor forma de facilitação, porque facilita os clientes do ponto de vista económico, da actividade que este tem que desenvolver e da racionalização de gastos e tempo” – justificou.

Relativamente a maior bolsa de negócios de Angola, Manuel Gonçalves disse que a sua empresa levou para o certame a possibilidade de venda dos 40 produtos de seguros da ENSA, a possibilidade de pagamento dos prémios de seguro e duas grandes novidades que são a disponibilização do serviço de autorização de débito em conta e o pagamento de prémios a prestações.

“Para esta 32ª edição da FILDA, nós trazemos a mesma determinação que nas anteriores, de continuarmos a manter a aproximação com os nossos clientes, de fazer contactos, estabelecermos negócios e de partilhar informações sobre os nossos produtos e serviços com os outros expositores e cidadãos que passarem por este certame”, salientou o interlocutor.

Participam na presente edição da FILDA mais de mil representações, entre nacionais e internacionais, distribuídas numa área de mais de 50 mil metros quadrados. A República Federal da Alemanha é o país convidado especial desta edição que tem Portugal como a maior participação estrangeira, com um mínimo de 90 empresas. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA