Angola/Filda 2015: Empresas italianas prontas para fixar-se em Angola

FILDA2015 (DR)
FILDA2015 (DR)
FILDA2015 (DR)

O ministro das Políticas Agrícolas, Alimentares e Florestais da Itália, Maurício Martina, garantiu hoje, terça-feira, em Luanda, que o seu país tem empresas prontas para investir em Angola, mas, neste momento, estão presentes 70 firmas dos vários ramos da actividade económica.

Maurício Martina, que prestou essas declarações à imprensa à saída do “Fórum Angola/Itália no sector da Agricultura e da Indústria Alimentar”, considerou ser necessário criar-se as condições para que os investimentos possam ser concretizados “para podermos trabalhar em conjunto, vermos o tempo certo e dar respostas claras”.

O governante italiano Maurício Martina afirmou ainda que os empresários do seu país estão interessados em estabelecer parcerias com empresas angolanas.

Disse que a partir de experiências agrícolas do seu país, os italianos podem colocar à disposição de Angola “know how”, tecnologias e experiência no campo alimentar.

“Sabemos que aqui existem projectos e empresas interessadas em trabalhar connosco. Nós temos um modelo agrícola baseado em empresas familiares. Penso que este modelo pode corresponder aos vossos interesses e nós estamos muito interessados em colaborar”, assegurou o ministro das Políticas Agrícolas, Alimentares e Florestais da Itália.

O Fórum Angola/Itália realizou-se no âmbito da 32ª edição da Feira internacional de Luanda (Filda), que inicia hoje e termina domingo, dia 21.

A Itália participa, pela vez, de forma colectiva e institucional neste evento com 70 empresas dos mais variados sectores, com realce para os de mobiliário, tratamento de água, resíduos, maquinaria industrial, materiais de construção e produtos agro-alimentares. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA