Administração do distrito do Rangel homenageia Os Kiezos

AGRUPAMENTO OS KIEZOS SERÁ HOMENAGEADO PELA ADMINISTRAÇÃO DO DISTRITO URBANO DO RANGEL (Foto: Angop)

Pelo seu contributo a cultura nacional e os 50 anos de existência, o agrupamento musical Os Kiezos será homenageado no sábado, no Centro Cultural e Recreativo Kilamba, numa promoção da administração do distrito urbano do Rangel, em parceria com ong a Acção Humanitária Angola Unida (ACHAU).

AGRUPAMENTO OS KIEZOS SERÁ HOMENAGEADO PELA ADMINISTRAÇÃO DO DISTRITO URBANO DO RANGEL (Foto: Angop)
AGRUPAMENTO OS KIEZOS SERÁ HOMENAGEADO PELA ADMINISTRAÇÃO DO DISTRITO URBANO DO RANGEL (Foto: Angop)

Durante a gala será também prestado tributo a figuras da localidade que se destacam na cultura e no desporto.

O conjunto Kiezos foi formado nos anos 60 por cinco jovens no bairro Marçal, em Luanda, que inicialmente animava festas no bairro.

O nome Kiezos, corruptela da palavra kiezu, em kimbundu, que significa em português vassouras. Foi atribuído numa dessas festas, em 25 de Novembro de 1965.

Durante a exibição do grupo nuvens de poeira eram levantadas no quintal, consequência da frenética animação dos dançarinos, situação que provocou a associação do efeito originado pelo pó, à varredura de uma vassoura, pelo que o grupo passou a chamar-se Kiezos.

O período áureo dos Kiezos situa-se nos anos 70 com o vocalista Vate Costa com quem produziu e gravou os temas “Za Boba”, “Muá Pangu”, “Milhorró”, entre outros.

Nos anos 80 com o cantor Tony do Fumo, o conjunto ganha notoriedade com as canções “Nguami Ku Soba”, “Kiezu jabu”, “Monami Messene” e outras, e na década de 90 do século com Zecax ao comando atinge o apogeu com temas de antologia como “Maximbombo”, “Chapada”, “Boleia” e muitos outros. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA