Administração de Cacuaco homenageia antiga fundista de 400 e 800 metros

CAMPEONATO NACIONAL DE ATLETISMO (Foto: Henri Celso)

A administração municipal de Cacuaco, cerca de 18 quilómetros, ao Norte de Luanda, convidou hoje, terça-feira, a atleta fundista de 400 e 800 metros, Susana Alberto Canhão para que se responsabilize pela equipa feminina de atletismo dos Mulenvos de baixo.

CAMPEONATO NACIONAL DE ATLETISMO (Foto: Henri Celso)
CAMPEONATO NACIONAL DE ATLETISMO (Foto: Henri Celso)

O convite foi feito durante uma homenagem feita pela administração de Cacuaco à atleta fundista de 400 a 800 metros dos anos de 1978/80 que beneficiou de bens diversos.

De 54 anos de idade, residente no bairro dos Mulenvos de Baixo, comuna do Kicolo, em Luanda, Susana Canhão é uma pessoa que ainda se sente capaz de praticar a modalidade.

A administração de Cacuaco prometeu criar as condições para que Susana Canhão se responsabilize  pela  equipa de meninas interessadas em praticar atletismo na localidade.

Em declarações à Angop lamentou o esquecimento a que foi submetida pelas instâncias que superintendem o atletismo, mas depois da homenagem da administração espera colaborar na área do desporto em especial na formação de meninas interessadas na modalidade de atletismo.

Disse que iniciou a praticar atletismo em 1978, quando foi “descoberta” na rua do Baião, no Sambizanga, durante um jogo de garrafinha por  Zacarias Chanema, ex-trabalhador da BCR, antigo ASMA, que era um entendido da modalidade.

“ Fui elogiada porque sabia jogar bem a garrafinha, mas era uma menina que não conhecia nada da modalidade desportiva. Depois do senhor Zacarias Chanema conversar com os meus pais sobre a possibilidade de eu praticar atletismo, eles disseram que dependia de mim “, contou.

Dias depois, prosseguiu, foi levada ao campo dos Coqueiros onde conheceu Matos Fernando, português, treinador de atletismo e apresentada a Octávio da Conceição, membro da Marinha da Guerra, que criaram as condições para a realização de um teste onde deviam participar mais quatro pessoas para ver quais eram as capacidades da futura atleta.

Na pista do campo dos coqueiros, segundo Susana Canhão conseguiu alcançar o primeiro lugar na prova dos 400 metros e foi consagrada recordista da referida distância em feminino em Angola, dia 11 de Novembro de 1978.

Citou ainda os nomes das pessoas com quem conviveu nas lides do deporto nomeadamente, Rui Mingas, Quitondo, António Andrade, Octávio da Conceição, Baltazar, Susana Kiesse, António da Silva e Carla de Carvalho, especialista em lançamento de disco.

Susana Canhão, natural do município de Libolo, província de Cuanza-Sul, mãe de cinco filhos, representou Angola na modalidade em países como a Zâmbia, Moçambique, Tanzânia, S. tome e Príncipe e Cabo Verde. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA