Zaire: Administradora garante melhorias no saneamento básico

ZAIRE: ISABEL NLANDU MORENA - ADMINISTRADORA MUNICIPAL DE MBANZA CONGO (Foto: Angop)

Mbanza Congo – A administradora municipal de Mbanza Congo, província do Zaire, Isabel Nlandu Morena, garantiu hoje, sexta-feira, que tudo está a ser feito para a melhoria do saneamento básico da cidade que nos últimos dia se caracteriza por acumulados de lixo em algumas artérias da urbe.

ZAIRE: ISABEL NLANDU MORENA - ADMINISTRADORA MUNICIPAL DE MBANZA CONGO (Foto: Angop)
ZAIRE: ISABEL NLANDU MORENA – ADMINISTRADORA MUNICIPAL DE MBANZA CONGO (Foto: Angop)

Em declarações à Angop, a gestora garantiu que vários métodos de recolha e tratamento de residios sólidos serão ensaiados proximamente, principalmente nos bairros periféricos de Mbanza Congo onde se aglomeram amontoados de lixo.

“Actualmente podemos considerar a situação de preocupante, pois a única operadora de recolha de residuos sólidos contratada pela administração municipal está a enfrentar sérias dificuldades em termos administrativos e financeiros”, referiu.

De acordo com Isabel Nlandu Morena, a administração municipal em parceria com o governo provincial tudo estão a fazer visando retomar o processo de recolha de lixo com regularidade.

Enquanto se aguarda pela recolha regular e eficiente dos residuos sólidos nas zonas urbana e suburbana de Mbanza Congo, a administradora assegurou que campanhas de limpeza em massa continuarão a ser organizadas para se manter a cidade limpa.

“O capim na nossa cidade cresce rapidamente devido as constantes chuvas que a região regista todos os anos. Portanto, as campanhas de limpeza não devem se circunscrever apenas em recolha de lixo, mas também capim”, explicou.

Instou as autoridades tradicionais e regedores no sentido de continuarem a promover campanhas de sensibilização junto dos moradores para a eliminação do capim nas suas áreas de jurisdição, principalmente nos terrenos baldios.

A cidade de Mbanza Congo possui cinco bairros: Sagrada Esperança, 11 de Novembro, Álvaro Buta, Martins Kidito e 4 de Fevereiro. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA