Windows 10 Mobile e os projetos Islandwood e Astoria (Vídeo)

(tecnologia.com)
(tecnologia.com)
(tecnologia.com)

Este ano, todas as atenções estão voltadas para aquilo que a Microsoft anda a preparar com o lançamento do Windows 10 e Windows 10 Mobile.

Como é de conhecimento geral, o grande problema do Windows Phone foi, e é, até ao momento, o número reduzido de aplicações na sua loja. Com a chegada do novo sistema operativo móvel, a empresa norte-americana tem um trunfo na manga para combater esta lacuna.

Os projetos Islandwood e Astoria são ferramentas que permitirá aos programadores facilmente adaptar as aplicações IOS e Android respetivamente, para que estas possam ser executadas no Windows Phone.

O projeto Islandwood é dedicado aos programadores IOS. Assim, o principal foco desta ferramenta é possibilitar importar o código desenvolvimento em XCode para o Visual Studio.

Por outro lado, o projeto Astoria tem como público alvo os programadores Android. Seguindo a mesma lógica que o projeto Islandwood, o objetivo do Astoria é facilitar a conversão de uma app Android para código compatível com o Windows Phone e assim usufruir de todos os serviços Windows.

Obviamente estas ferramentas não convertem totalmente as aplicações desenvolvidas nas outras plataformas, mas grande parte do trabalho será realizado pelos projetos em questão. Depois da conversão será apenas necessário alguns ajustes em termos de layout e de algumas funcionalidades específicas de equipamentos.

Está será a solução que a Microsoft encontrou para aumentar o número de Apps na Windows Store. Contudo, a questão que se coloca é: será que estas conversões de códigos nativos para Windows não implicará perda de performance nas aplicações?

Para já o acesso a estes projetos apenas está disponível para Preview Developers. (tecnologia.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA